23.5.14

Tratamento De Saúde Do Cão Wyatt

 

 

Hoje é dia 23 de maio de 2014. Vamos às novidades da noite do dia 20, e dias 21 e 22 de maio de 2014. Desculpem pelos eventuais erros de português, ou digitação.

 

 

Noite do dia 20 de maio de 2014.

No dia 20 de maio à noite, quando fomos visitá-lo, ele de fato ainda não estava nada bem. Os hematócritos estavam em 18%, e o caso continuava crítico. Mas o valente continuava firme, e com uma vontade enorme de vencer. Não havia mais tido diarréia, e havia subido um pouco a pressão e os batimentos cardíacos diminuído. Continua na UTI, com medicamentos intravenosos, oxigênio e sonda urinária. Ele ainda estava bastante grave. O acesso à veia, estava na jugular. A carinha dele estava um pouco edemaciada, na parte dos lábios e face. Segundo os médicos, por conta da albumina baixa.

A médica disse que o laudo da reavaliação das lâminas da biópsia do fígado já haviam chegado, e que o Dr. Ricardo, falou que de fato a hepatite por acúmulo de cobre, no Wyatt, de fato existe, mas, não é assim tão grave. Com toda a certeza, não é o que causa todo este quadro de anemia, nem o problema no rim. Sim, descobriu-se agora, que ele tem um problema no rim. O próprio Dr. Ricardo havia me falado isso pela manhã. Falou que essa doença, está atacando diferentes partes, principalmente a parte do sangue, e agora o rim. Por isso é preciso todo o cuidado para que nenhum dano seja causado ao rim, pois não há transplante para animais. Em relação ao acúmulo de cobre no fígado, de fato existe, mas não é tão grave. Conforme ele me escreveu por e-mail:

 

" Quanto à hepatite por acúmulo de cobre, ele realmente tem, mas é discreta (veja o laudo em anexo).  A doença ainda não está caracterizada em Labradores

e creio que alguns cães a têm e nunca serão diagnosticados pois nunca terão sintomas. A doença do acúmulo do cobre em cães é diferente da síndrome de Wilson."

 

A carinha dele continuava um tanto inchada. Segundo os médicos, por conta da albumina baixa. Então, se os médicos dizem que é mesmo devido a albumina baixa, ok, vamos fazer esta albumina subir. Para isso, levei para ele comer, clara de ovo cozida que ele gosta muito. No dia seguinte, dia 21 de maio ficamos de levar ovos como ele gosta. Ou seja, clara de ovo cozida.

Conversamos bastante com o Wyatt, e ele ficou contente.

 

Dia 21 de maio de 2014, período da manhã:

 

Neste dia, fui visitar o Wyatt pela manhã, de táxi, pois o Eduardo estava no trabalho. Não sei se já falei, mas ele trabalha com entrega vipe de um supermercado, e claro que se eu o chamasse ele iria sem dúvida. Mas decidi não chamar, porque teria de chamá-lo novamente, à noite, e apesar de ter combinado com ele um valor pelos serviços prestados, acho meio chato chamar ele para rodar conosco 72 km duas vezes ao dia. Então pela manhã, fui com o táxi que normalmente uso.

Encontrei o Wyatt, sem muitas novidades neste dia, em relação à situação do Wyatt.

Mas neste dia pela manhã, ao menos estava mais atento. Continua na UTI, e continua com medicamentos intravenosos, oxigênio e também continua com a sonda urinária. Ainda com o acesso na jugular.

 

A médica que nos atendeu disse que os hematócritos estavam em 14%, portanto, haviam baixado um pouco, e que estavam esperando o organismo se recuperar sozinho, evitando fazer nova transfusão, por recomendação da Dra. Silvia.

Falando nisso, a Dra. Silvia, Deixou o caso do Wyatt, depois do e-mail que enviei a ela com cópia para a clínica All Care Vet, e para o Dr. Ricardo.

Segue o texto que enviei, com a subseqüente resposta da Dra. Silvia e do Dr. Ricardo.

 

----------

 

 

De: "Marcos André Leandro" <marcos.leandro@trtsp.jus.br>

Para: <Duarte@allcarevet.com.br>; <contato@allcarevet.com.br>

Cc: "Silvia Ulata E Equipe" <silviaulataeequipe@gmail.com>

Assunto: Ratificando orientações minhas enquanto tutor do Wyatt

Data: quarta-feira, 21 de maio de 2014 15:01

 

Prezado Dr. Ricardo, e Dra. Silvia,

 

 

 

Estive hoje às 12:00 h, visitando Wyatt na clínica All Care Vet.

 

Fui informado de que os hematócritos caíram e estão em 14%. Fui informado ainda, que a Dra. Silvia, recomendou que segurasse uma nova transfusão, e antes de fazer tal procedimento falasse com ela antes.

 

Conforme falei com o Sr. Ontem, toda a responsabilidade da manutenção do Wyatt está aos cuidados da All Care Vet. Por tanto, qualquer procedimento que se fizerem necessário, emergencialmente, manutenção de medicamentos, transfusão de sangue, exames, e /ou qualquer outro procedimento, o Sr. E a equipe da clínica All Care Vet, estão autorizados por mim, tutor do cão Wyatt, a fazerem. E se necessário, sem a anuência da Dra. Silvia, levando-se em conta a urgência do caso, e sobre tudo, o fato dele estar na clínica All Care Vet.

 

Sempre que for possível conciliar, ótimo, mas é como eu disse ontem: O Wyatt está na clínica, e a Dra. Silvia apesar de estar sempre acompanhando, não está lá. Também não tem entrado em contato comigo desde o dia 10 de maio, apesar de estar acompanhando o caso e procurando orientar a equipe.

 

Percebi durante a visita que o Wyatt está com um pouco edemaciado na região da cara. Imagino se isso não é devido ao uso da veia / artéria, do pescoço, para a ministração dos medicamentos intravenosos.

 

Acredito ainda que, dada esta instabilidade, seria mais recomendável avaliar o hemograma com maior freqüência. Uma vez ao dia conforme fui informado, não acredito ser suficiente para monitorar com segurança uma queda dos hematócritos mais repentina, por exemplo.

 

Sei da gravidade do caso, e por isso mesmo estou escrevendo para ambos.

 

As perguntas sem respostas continuam: Por que surgiu esta anemia, por que as quedas das plaquetas? por que a biópsia do fígado indicou cobre no fígado levando a acreditarem em doença de Wilson, ou conforme me foi dito no Pet Care: Hepatite crônica por cobre? Por que, depois de um período de expressiva melhora, o Wyatt teve essa repentina queda, depois de fazer a citologia de medula? Será que este exame está de alguma forma relacionado com esta piora repentina? Por que, o Wyatt teve essa queda repentina? O que ele tem na medula? Será que o problema é na medula? Será que o problema é em algum outro local ainda não investigado?

 

Devido à falta de respostas, e na necessidade de obtê-las, já os deixo informado que, em caso de óbito, o Wyatt passará por uma autópsia no provet, a fim de eu ter respostas, e principalmente para que os verdadeiros donos do cão, a saber, o instituto IRIS, também tenham o relatório completo desde o início do tratamento, dia 8 de abril de 2014, com a Dra. Silvia, e 9 de abril de 2014 com o Dr. Ricardo, até o momento final, incluindo aí, o laudo da autópsia. Para que o referido instituto não me acuse de não ter dado todo o suporte que o Wyatt precisava.

 

Sem mais,

 

Marcos André Leandro

 

----------

 

----------

 

Resposta da Dra. Silvia

 

Re: Ratificando orientações minhas enquanto tutor do Wyatt

Prezados, Senhores, 

Conforme registrado em email enviado por Sr Andre Marcos Leandro, meus serviços ou colaboração não são mais necessários. 

Dessa forma, a partir deste momento, estou deixando o caso do Wyatt sob total responsabilidade do Dr Ricardo e Equipe All Care. 

Att MV Silvia Ulata

 

----------

 

Resposta do Dr. Ricardo Duarte para o mesmo e-mail.

 

Re: Ratificando orientações minhas enquanto tutor do Wyatt

Caro Marcos,

Compreendo toda sua preocupação com o Wyatt.  Apenas creio que existe algumas dúvidas quanto aos procedimentos adotados pelo All Care.  Nós sempre consultamos

o veterinário que encaminhou o paciente, sobre os procedimentos que serão adotados a não ser, é claro, em situações que envolvam risco imediato.

No caso do hematócritos 14%, preferimos consultar a Dra. Silvia, porque apesar de ser um valor crítico, sabemos que a transfusão pode contribuir para hemólise

e retardar a produção de sangue pela medula do Wyatt.  por isso era importante saber a opinião da Dra. Silvia, pois ele estava estável quanto à pressão

e sempre temos bolsas compatíveis com ele, para o caso de uma necessidade.

Podemos conversar durante uma visita sobre os exames, mas o hematócritos é sim, uma ferramenta valiosa no caso da monitoração dele.  Fazer hemogramas muito

freqüentes não ajudarão muito. 

Não sei responder qual é a causa da anemia do Wyatt.  O que sabemos é que a maioria das anemias hemolíticas em cães no Brasil são secundárias, causadas

por doenças transmitidas por carrapatos ou medicamentos.  Na minha opinião (e da Dra. Silvia também) o Wyatt parece ter um tipo de doença imunológica que

está causando não só lesão das hemácias, mas também de outros tecidos, como rins por exemplo.  Não existem quadros desse tipo bem definidos em veterinária

e alguns testes seriam inconclusivos nesse momento.

Quanto à hepatite por acúmulo de cobre, ele realmente tem, mas é discreta (veja o laudo em anexo).  A doença ainda não está caracterizada em Labradores

e creio que alguns cães a têm e nunca serão diagnosticados pois nunca terão sintomas. A doença do acúmulo do cobre em cães é diferente da síndrome de Wilson

em seres humanos, então não podemos extrapolar.

A última queda de hematócritos com certeza foi decorrente da perda de sangue por diarréia e toda deterioração do estado geral. O edema da face também pode

ser decorrente desse processo.  O exame da medula não contribuiu para a alteração do curso da doença, e era um exame fundamental para tentar descobrir

a causa.  Infelizmente, ou até mesmo felizmente, a  medula dele não apresentou alterações importantes que pudessem ser atribuídas a uma doença específica.

Eu estou ciente da necessidade de um laudo formal em caso de óbito ou, queira Deus, não.  E estou preparado para responder as perguntas de qualquer pessoa

sobre as condutas que estão sendo tomadas, pois creio que nós, como você estamos tentando fazer de tudo para que ele se recupere.   Infelizmente, não sou

otimista, pois além da anemia e doença real, enfrentamos hoje um quadro mais instável.

Um abraço,

Ricardo 

 

----------

 

Sendo assim, o Wyatt está ainda na clínica All Care vet, agora sob os cuidados da equipe do Dr. Ricardo.

A intenção certamente não era afastar a Dra. Silvia, mas se ela acha melhor assim, ok. Mas é verdade que desde a primeira internação do Wyatt, no sábado dia 10, ela não me ligou mais, nem enviou qualquer e-mail. É verdade também que estava acompanhando o caso do Wyatt com a equipe do All Care. Mas, por vezes penso se a equipe não se sentia por vezes um tanto tolhidos em alguns momentos. Nunca deixaram transparecer nada disso, mas eu mesmo fiquei pensando. E, o que mais me causou estranhesa, foi o fato da Dra. não haver entrado mais em contato comigo. Ok, não contesto a decisão tomada por ela. gosto e confio nos seus serviços, mas se preferiu assim...

Continuo acreditando que ela é Sem dúvida a melhor hematologista veterinária de São Paulo. Mas, infelizmente não conseguiu encontrar a causa para o quadro do Wyatt, que, é de fato um caso atípico e raro. Não se consegue encontrar o gerador de tais problemas, e por isso só se tenta tratar os efeitos. Mas nos dias passados, as tentativas não haviam dado resultado. O Dr. Ricardo, disse hoje, que é como se fosse um lúpus que ataca vários pontos ao mesmo tempo, sobre tudo, o sangue, e o rim.

 

21 de maio de 2014 pela noite:

 

Nesta noite, quando o visitamos, ele já estava mais animadinho, embora ainda não consiga se levantar. A médica que nos atendeu, disse que ele comeu com apetite, mas está escolhendo o que quer comer. Se for ração, ele não quer de jeito nenhum. Mas quis biscoitinhos, e quis a carne moída que uma outra família trouxera para um outro cãozinho internado lá também.

Então, pediu para que no dia seguinte, levássemos carne moída para ele. Ele havia gostado muito, e isso é muito bom, porque a carne ajuda muito no tratamento da anemia. Tanto que a Dra. Silvia, já desde o começo havia falado que seria bom introduzir este alimento na dieta dele. Não havíamos feito isso, por receio da doença do acúmulo de cobre.

A médica informou ainda, que a pressão está estabilizada sem medicamentos, ou seja, já se retirou o uso de medicamentos para pressão, o oxigênio está bem baixinho, pois ele está respirando melhor, e os batimentos cardíacos também estão mais normalizados.

 

 

22 de maio de 2014 pela manhã:

 

Neste dia, novamente fomos de táxi para a visita no período da manhã.

Encontramos o Wyatt ainda sem muita alteração no quadro, apenas um pouco mais animadinho. Mas ainda com o acesso na veia da orelha e a face um pouquinho, menos inchada.

Levamos as claras de ovo cozidas, e ele comeu tudo com voracidade.

Na visita pela manhã, o Dr. Ricardo conversou conosco e disse que o Wyatt está razoável. Disse ainda que o lactato dele está bem baixo. O lactato ajuda a gente a avaliar a perfusão do sangue, mas os hematócritos super baixo ainda. Se o sangue tá perfundindo pouco, o lactato aumenta, porque é uma substância que, (ácido lático), aumenta quando o organismo começa a fazer metabolismo sem oxigênio.

Então isso indica que apesar de está num hematócritos preocupante, ele está estável. A pressão em 116, quer dizer que está com uma pressão boa, apesar dos hematócritos baixos. Pois quando existe anemia, há uma tendência normalmente de pressão baixa, e ele está com uma pressão normal.

Então por enquanto, não há indicações de transfusão, apesar dos hematócritos super baixos. Estão segurando ao máximo uma transfusão, porque há muitos riscos envolvidos em transfusões. O problema da transfusão além do risco de choque, uma reação anafilática ao sangue estranho, é que ela suprime a produção de sangue, pela própria medula. É como se a medula recebesse a mensagem: "Não precisa fazer sangue", e a gente quer e precisa justamente do contrário.

A última anemia dele, tem muito a ver com a perda de sangue intestinal, com a diarréia. E, é isso que estamos tentando evitar.

Como ele começou a comer, já deixou o Dr. Ricardo muito animado. Porque um cachorro com sangramento gastro intestinal, eles não comem. Então até ontem, dia 21 de maio, o Dr. Ricardo estava muito pessimista, porque ele não estava comendo. Hoje, ele já comeu com vontade. E cachorro que come, é cachorro que vai sair da UTI, disse o Dr. Ricardo.

 

22 de maio de 2014 pela noite

 

Na noite do dia 22, estava chovendo bastante, mas ainda assim, fui visitar  o Wyatt.

Ele estava bem mais  animadinho, embora ainda estivesse com o acesso intravenoso e oxigênio. Mas comeu todas as claras de ovo que levei novamente. Em princípio, não queria. Mas depois que euguardei, ele lembrou que gostava, e ficou pedindo. Então peguei novamente, e dei a ele. Ele comeu tudo com a maior vontade.

Fiquei sentado no chão, e conversando com ele. Ele ficou com a cabeça no meu colo e a carinha dele, aparentemente já estava bem desinchada.

Os hematócritos se mantinham em 14% e as plaquetas já haviam subido bastante, estando quase dentro da normalidade.

 

 

23 de maio de 2014.

 

Hoje, não fui visitar o Wyatt pela manhã. Eu precisava ir até a locadora onde aluguei o carro para poder ficar indo visitar o Wyatt, para substituir o veículo, por um modelo ainda mais barato. Estava com um Fiesta 1.6 desde o dia 7 de maio, com uma diária promocional de R$108,00. Agora, peguei um Fox 1.0, com a diária também promocional de R$92,00. A idéia é ficar até o dia 31 de maio com o carro, mas se o Wyatt continuar precisando ir para São Paulo, ou continuar internado, estendo a locação.

Tendo em vista as despesas dos últimos dias, e do mês passado, já pensei algumas vezes em reativar a campanha e a vaquinha.

Por enquanto, ainda não o farei, mas quem quiser e achar que deve ajudar, pode fazer isso pois a ajuda será muito bem vinda.

Banco santander:

Ag.: 4445.

C/C.:

01001796-7.

CPF.: 02082852458

Marcos André Leandro

 

 

 

 

   

3 comentários:

  1. Marcos

    Estou um pouco mais otimista em relação ao Wyatt, olha eu dou para o meu cãozinho, um lhasa apso, que tem problemas cronicos de gastrite,uma alimentação alcalina composta de chuchu,batata, arroz branco e musculo cozido , tudo sem sal, e muito pouca ração hepatica, a partir deta alimentação a gastrite cessou. No caso do Wyatt, ezperimente o musculo cozido , é uma carne muito pouco gordurosa, e para anemia é excelente
    abs.
    Luiz

    ResponderExcluir